Cientistas Sul Coreanos afirmam ter desenvolvido primeiro nanorrobô para tratamento de câncer do mundo

 

Cientistas sul-coreanos dizem que em breve será possível tratar o câncer com nanorobôs como uma alternativa mais eficiente, menos prejudiciais à quimioterapia.

O primeiro nanorobot do mundo que pode alvejar seletivamente e ajudar a tratar o câncer. O robô é guiado através do corpo por bactérias geneticamente modificadas para um tumor onde ele libera sua carga de drogas de combate ao cancer. 

Eles foram geneticamente modificadas em salmonelas não-tóxicas para proporcionar cápsulas microscópicas preenchidas com drogas, diretamente para tumores do câncer. As bactérias são atraídas para os tumores pelas substâncias químicas secretadas por células cancerosas. Uma vez que as bactérias chegam, as cápsulas liberam suas drogas, atacando o tumor, deixando apenas as células saudáveis.

O chefe da pesquisa Parque Jong-oh de Chonnam National University, diz que o sistema funciona em tumores de ratos, e ele está esperançoso que também vai funcionar em humanos. Nesta fase, a bactéria robot pode detectar apenas os tumores sólidos que formam tumores como mama ou câncer colorretal.

Mas Parque acredita que com um pouco mais de tempo, os robôs serão capazes de detectar e tratar outros tipos de cancêr. E ele diz que, os pequenos robôs poderiam fazer o tratamento do câncer em pacientes mais de forma mais fácil, eliminando os efeitos colaterais adversos da quimioterapia, como náuseas, queda de cabelo e anemia. 

A nova tecnologia já foi patenteadanos EUA, Japão e Europa, mas ainda não foi aprovada para uso em seres humanos.

fonte: Reuters

 

Deixar uma Resposta

Você precisa estar logado para postar um comentário.